O veterinário, na hora de alimentar seu cachorro, costuma indicar a melhor ração para o animal. Porém, muitos donos preferem alimentá-los com comidas preparadas em casa ou mesmo industrializadas. Nesta hora deve-se saber de detalhes importantíssimos…

O aparelho digestivo do cachorro é diferente do ser humano e pode reagir de maneira diferente com relação há alguns alimentos. Outra coisa é a questão da quantidade, não se pode dar a um cão a mesma quantidade de comida que o dono costuma comer.

Além de que alguns alimentos que costumam fazer bem para o nosso organismo, podem fazer mal ao organismo do cão, como por exemplo:

Café: Pode causar taquicardia.

Chocolate: pode causar vômitos, desidratação e hiperatividade.

Ovo cru: pode provocar queda de pêlo e doenças de pele.

Alho, cebola e cebolinha: ataca as células vermelhas do cão podendo levá-lo à anemia.

Milho: pode causar bloqueio intestinal.

Uva Passa: pode causar falência renal.

Bebidas alcoólicas: diminuem a função cerebral.

Abacate: pode causar diarreia.

Leite: pode causar gases, distensão abdominal e diarreia.

Truta, salmão e outros peixes: possuem um parasita nocivo para os cachorros.

Osso de galinha: pode ferir/cortar o sistema digestivo do animal levando-o a uma hemorragia interna.

O bom mesmo é seguir as indicações do médico veterinário para manter a saúde do seu cãozinho sempre impecável. Se mesmo depois de todas esses perigos citados acima, você quiser preparar a comida do seu cãozinho, o melhor é procurar orientação profissional.