Tudo no mundo evolui, inclusive as raças de cachorros tradicionais, como o Pug. Antigamente um exemplar desta raça tinha o focinho menos enrugado e um corpo mais magro. Hoje, com a seleção genética das últimas décadas, podemos ver um Pug bem mais forte e musculoso e com um focinho bem mais achatado que antigamente.

Veja as imagens abaixo para tirar suas próprias conclusões.