A seborreia canina é uma doença na qual ocorre uma mudança na espessura dérmica do cão, o processo de ceratinização que ocorre a cada 22 dias que normalmente é “invisível” passa a ser visível. Entre as causas da seborréia estão proliferação, diferenciação, descamação ou mais de uma dessas que foram citadas. Pode ser também primária ou secundária, sendo diferenciadas da seguinte maneira, a primaria é hereditária e a secundária adquirida através de alguma doença ou problema que leve a este mal.

Algumas raças de cachorros comumente afetadas pela seborreia são: Pastor Alemão, Basset Hound, Labrador, Cocker Spaniel entre outros.

Além de primária e secundária, a seborréia canina pode ser classificada também como oleosa, seca ou mista. Sendo a seca identificada pelas caspas observadas no corpo do animal, consequência do ressecamnto da pele do mesmo. A oleosa tem como principal alteração, um forte odor e uma oleosidade excessiva no pelo do animal. Já a mista apresenta sinais das duas alterações citadas anteriormente.

A detecção é feita atráves de exame clínico. A seborreia sendo identificada como primária, não tem cura, mais existem produtos que controlam a doença. Mudanças de hábito e alimentação também podem ser benéficos em alguns casos.