Com suas origens na Alemanha, o Rottweiler é um cão de porte médio para grande, antigamente muito utilizado como cão de guarda e boiadeiro. Seus ancestrais costumavam viajar com legiões romanas, quando nos arredores da cidade de Rottweil encontraram uma raça criada por açougueiros. A partir daí, houve uma miscigenação que levou a uma forma ainda mais próxima do atual. No início do século XX, o Rottweiler também foi reconhecido como cão policial ideal.

Padrão da raça

O corpo do animal possui uma forma compacta e forte, com um peito largo e profundo, revelando seu potencial e sua resistência. Os machos podem ter entre 61 e 68 centímetros de altura e as fêmeas, entre 56 e 63 centímetros. Quanto ao peso, os machos têm de 45 a 56 quilos e as fêmeas, de 35 a 42 quilos. Seus pelos são pretos com pequenas marcações marrons. Quanto ao seu temperamento, ao contrário do que muitas pessoas costumam pensar, é uma raça amigável. São bem dispostos, obedientes, leais e brincalhões com as crianças.

Genética e saúde canina

Quanto à saúde, o Rottweiler é um cão relativamente saudável, podendo apenas a displasia da anca (deformação da articulação coxofemural) ser um pequeno e raro problema para a raça. Problema hereditários são uma exceção e devem também ser considerados. Entretanto, vários clubes fazem exames nos cães para se certificarem de que não há problema algum.

Banco de imagens