Polêmica sempre foi a discussão envolvendo a raça de cachorro Pastor Branco Suíço, devido ao seu parentesco próximo com o Pastor Alemão e as opiniões contrárias dos criadores dessas duas raças caninas que, na verdade, são distintas. Entretanto, não se pode negar que o surgimento desse primo branco deve-se ao cruzamento de variações de Pastores Alemães, gerando por fim o Pastor Branco Suíço, ou Pastor Alemão Branco.

Porém, após a 2ª Grande Guerra Mundial houve uma forte campanha que procurava erradicar os Pastores Brancos, com a desculpa de que os mesmos eram albinos. Mas hoje sabemos que os Pastores Brancos não são albinos, pois nascem do cruzamento de Pastores Alemães com cães da mesma raça que portem o gene da cor branca. Sendo assim, numa ninhada de pastores de “capa preta” podem nascer Pastores Brancos, explicando assim a legitimidade da nova raça.

Padrão da raça

Seu temperamento é tranqüilo, é um cão inteligente, equilibrado e de fácil convívio social. Apesar de no Brasil ele ainda ser pouco visto em ações de guarda e em provas de adestramento, em outros países ele tem se tornado bastante comum. É um cão de médio porte, que deve ser treinado desde jovem, devido ao seu forte instinto para caça e pastoreio.

Características, higiene e saúde

Fisicamente ele se assemelha ao Pastor Alemão comum, só se difere no comprimento do pêlo e na coloração que é extremamente branca. E com relação à sua pelagem, deve-se estar atento com a escovação, pois devido a densidade do mesmo podem ocorrer dermatites.

Galeria de fotos