Segundo estudos arqueológicos, as origens do Greyhound, ou Galgo Inglês, são muito antigas e descendem de cães dos quais foram encontrados fósseis na Ásia e em outras regiões do Oriente Médio. São eles que mais se assemelham com os cães encontrados em pinturas egípcias.

Não se sabe como essa raça chegou até a Europa, mas em algumas teorias acredita-se que sua origem tenha sido na Grécia. Independente de todas essas teorias, o Greyhound teve sua origem fixada na Grã-Bretanha e desde então faz parte da extensa lista de cães de origem inglesa.

Desde o século XIX eram usados em corridas de cães e, como todos sabem, são usados com essa intenção até a presente data. Apesar de famosos na Europa, no Brasil são menos populares, talvez devido ao seu grande porte e também por essas corridas de cachorros não serem tradicionais por estas bandas.

Características

O temperamento dessa raça é tranquila e é um cachorro considerado atleta por natureza. O Greyhound também é um cão muito inteligente e pode ser adestrado facilmente, porém sua independência faz dele um cão teimoso. Apesar de brincalhão, não costuma socializar com estranhos e nem gosta de brincadeiras agressivas.

Guia da raça

Um cão de porte grande como citado antes, de pelagem curta e que não costuma produzir odores fortes como as demais raças. Suas cores variam entre preto, branco, vermelho, azul, tonalidades de dourado e tigrado.

Curiosidades

Muitas entidades lutam contra as corridas onde estes cães chegam a atingir 65 km/h de velocidade e, consequentemente, contra o sacrifício desses cães após sua aposentadoria. A partir disso, muitos cachorros desta raça são mandados para entidades e ONG’s quando encerram sua carreira de cão corredor.

Galeria de fotos