A raça de cachorro Dogue Brasileiro, ou Bull Boxer, originou-se do cruzamento do English Bull Terrier com o Boxer. Seu criador e desenvolvedor da raça foi Pedro Ribeiro Dantas que, inicialmente, era criador de Bull Terrier, mas depois da persistência de um vizinho decidiu cruzar a raça com um cão da raça Boxer. Nasceu em 1978, Tigresa, a primeira Dogue Brasileira.

Características

As características temperamentais deste cão é sua agilidade, carisma, aprendizado rápido e excelente forma física. Nota-se também que esta raça é mais tolerante com relação aos próprios Bull Terriers, já que Tigresa se impunha sem usar agressividade, entretanto não aceitava as provocações dos outros cães.

Guia da raça

Ao longo dos anos, com a fixação da raça, estabeleceu-se características para os Dogues Brasileiros. Extremamente eficientes como cães de guarda, fiéis e apegados à família. Possui porte físico melhorado com relação aos Bull Terriers, são agressivos somente quando necessário e tem uma longevidade que chega aos 13 anos.

O Dogue Brasileiro é um cão resistente, corajoso e que necessita de grande espaço para se exercitar. Fisicamente pode chegar a 43kg e 60cm de altura, o focinho é bem escuro e a sua pelagem é aceita em todas as tonalidades, porém seu comprimento não pode ultrapassar os 4,7cm.

Curiosidades

O Bull Boxer Club foi criado em 1986, em Caxias do Sul, e atualmente tem registros de 2000 cães Dogue Brasileiros existentes.

Galeria de fotos