Quando falamos em doenças que podem afetar nossos cachorros, logo lembramos da Raiva Canina. Que além de ser uma doença contagiosa entre os cães, pode também afetar o homem, principalmente através da saliva do animal portador do vírus.

Os principais sintomas da Raiva são: mudança repentina de comportamento, agressividade, salivação em excesso e paralisia dos músculos faciais. A raiva é uma doença que não tem cura e também por isso o controle de vacinação deve ser rigido.

Em caso de mordidas e arranhões causados por animais cuja a vacinação é desconhecida, o ferimento deve ser bem lavado com água e sabão neutro e o animal deve ficar em observação por 10 dias, caso o animal não apresente sintomas não serão necessários outros procedimentos. Mas em caso de sintomas ou morte do animal a vítima deve ser imediatamente levada ao posto de saúde para receber tratamento de prevenção.

No caso dos cães e outros animais domésticos não existe tratamento de prevenção, então em caso de contágio o animal adoecerá e morrerá em curto prazo. Por isso deve-se manter atento a vacinação, afim de proteger seu animalzinho.