Muitos cães mostram-se sensíveis a barulhos intensos como foguetórios. A solução mais rápida é saber lidar com o medo do cão. Geralmente eles procuram se esconder em “tocas” pela casa, e aí não adianta tentar tirar ele do seu ”esconderijo”, isso pode até deixá-lo mais medroso. O melhor a fazer é esperar que ele se acalme e saia sozinho.

Para cães que tem o mesmo medo porém ao invés de esconder, disparam a correr feito velocistas, a situação fica um pouco mais difícil, você tem que ter um certo comando sobre o cão, para que ele obedeça quando você o chamar.

Não faça carinho ou abrace ele no momento do medo, ele pode encarar isso como uma atitude positiva e acreditar que você quer que ele sempre tenha essa atitude. Nesses casos o melhor a fazer é ficar do lado dele, sem paparicações, e caso ele fique agitado, diga firmemente: “NÃO!”

Para sanar esse problema leva-se tempo, e muita paciência para treinar o animal.